Pesquise no Google sem sair do Blog!

Carregando...

sábado, 27 de novembro de 2010

Histórias Medievais

Sabe aqueles filmes da Sessão da tarde que contam aventuras de heróis com suas espadas, mocinhas lacrimosas e castelos imponentes? Pois é são histórias baseadas numa conjuntura histórica específica:  Idade Média! Você mesmo já deve ter lido algo como A Bela Adormecida, Rapunzel, Cinderela, não é mesmo? E os quatro filmes do Shrek? Também são baseados na época da Idade Média (séc. V a XV)
Estas história todas se passam no cenário medieval. Tem um blog que eu indico que tem muitos contos e lendas medievais:
http://heroismedievais.blogspot.com/search/label/Fern%C3%A1n%20Antonl%C3%ADnez

Ai está um símbolo da Idade Média: o Castelo Medieval.
Quem já viu este filme? Também se passa no cenário medieval.
 
O filme "Perfume" também mostra um pouco desta época.
Talvez a imagem mais significativa, para meus alunos, seja esta. Um clássico Disney - inesquecível!

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Usando o TuxPaint

Olá pessoal, produzi um pequeno vídeo que ensina a usar o software Tux Paint.
Ele é livre, ou seja, gratuito. É só fazer download - no superdownload rsrs.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Dicas para prova - parte 4 (6º e 7º anos)

6º ano: 
1- Os romanos adoravam seus deuses através de cultos diante de altares domésticos. Parece muito com o costume cristão/católico de ter imagens de santos em casa. Podemos então perceber que muito da religião católica tem origem na religião romana antes do surgimento do cristianismo!


7º ano: 
A miséria e a riqueza andavam lado a lado na região das minas. No início da exploração do ouro os comerciantes vendiam qualquer um seus produtos em troca de ouro (8 onças - 1 onça = 3,5 gr de ouro). Muitas vezes faltam os produtos alimentícios então cães, gatos, ratos e insetos eram consumidos.

domingo, 21 de novembro de 2010

Exposição de Projetos! Foi demais!

Pessoal dia 20/11 aconteceu a Exposição de Projetos da Escola da Ilha! Foi um evento importante para toda a comunidade escolar pois lá foi possível ver, experimentar e conhecer toda a produção de conhecimentos de nossa escola. Sem falar nas apresentações de teatro e contação de histórias. Alguns alunos deram show a parte pois explicaram os trabalhos da turma com seriedade e conhecimento profundo! Parabéns a todos que se dedicaram e trabalharam para que isso fosse possível.
É claro que contamos com a ajuda, indispensável, de São Pedro (rsrssr) pois não caiu a esperada chuva que poderia ter destruído todo o esforço de um ano.
Em história o destaque foram as maquetes sobre os temas estudados. Apesar da dificuldade de produzí-las e, principalmente, guardá-las, elas são excelentes meios de aprender tanto para quem as faz como para quem as vê.
Veja um pouco deste momento!

Rafael - 9º ano - e eu. Ao lado as maquetes das Revoltas populares da República Velha

As Muralhas da China - Projeto Civilizações Antigas

Mayara (alto astral) eu e Gabriel (meu amigo)

Laís - 9º ano - meu Botão de Ouro!

Dicas para prova - Parte 2

8º ano:

1.   Quais foram as três guerras nas quais os estados germânicos se envolveram liderados por BIsmarck? Contra quem? Quem venceu? O que a "Alemanha" conquistou?

9º ano:

1- Paulo Maluf, Tancredo Neves, Dante de Oliveira, Figueiredo e Geisel fazem parte de um contexto histórico muito especial para o Brasil. Que contexto é este? Escreva um texto envolvendo estes nomes. Vai ajudar muito na prova!



quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Mineração - Power Point do 7º ano

É só clicar na imagem e você pode fazer o download da apresentação sobre o Ciclo do Ouro.
Fiquem atentos pois é basicamente o que cai na prova do dia 25/11.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Música

Ouçam uma música que escolhi para vocês...
Ela é muito significativa para mim...
Serve também para questionarmos o modelo educacional ainda em vigor no Brasil!
Aproveitem!


Política


Vamos aprender história?
Brasil: História e Cotidiano
História
Formas de governo no Brasil
Da colônia à República Democrática
Colônia, Império e República

Ao longo de mais de 500 anos de história o Brasil passou por vários tipos de e regimes de governo.
Tivemos 8 constituições e muitas emendas, Atos Institucionais, renúncia, impeachment, golpe etc.
Nosso passado foi bem tumultuado! Vamos conhecê-lo melhor começando pelo período colonial e
as Capitanias Hereditárias.


Ouça esta música que foi composta na época da Ditadura.
http://www.4shared.com/audio/8wdruV_U/geraldo_vandre_-_caminhando_e_.html



Voltar

Sociedade


Vamos aprender história?
Brasil: História e Cotidiano
História

Sociedade Brasileira
Como se organizou e organiza a sociedade brasileira
Modos de vida, de trabalho e sobrevivência no Brasil

A sociedade brasileira passou por muitas transformações. Desde sua formação até hoje vários processos já se manifestaram.
Percebemos algumas mudanças e algumas permanências. Este é o processo histórico: algumas coisas mudam, outras seguem como sempre foram.
É claro que algumas mudanças são muito claras: o fim da escravidão, por exemplo. Outras nem tanto: o preconceito contra pobres e
mulheres. Mas e a família como ficou nisso? Ah! A família se transformou profundamente! Vamos conhecer mais?

Observe que a imagem acima mostra a família colonial. Veja que o patriarca - pai e marido - vai sempre a frente do restante dos membros da família.


Voltar

Economia


Vamos aprender história?
Brasil: História e Cotidiano

História

Economia brasileira
Quais produtos marcaram nossa economia
ao longo de mais de 500 anos de História?
Pau-brasil, Cana-de-açúcar, Ouro, Café, Borracha,
Cacau, Soja, Petróleo etc

Durante o período colonial a economia brasileira era completamente controlada por Portugal - a Matrópole.
Para isso, Portugal criou o Pacto Colonial que funcionava da seguinte maneira:
Todos os produtos tropicais eram vendidos para Portugal.
Todos os produtos que os brasileiros precisassem viriam de Portugal.
Além disso, Portugal proibiu no Brasil a instalação de qualquer manufatura.



Esta imagem nos mostra o Pau-brasil: a primeira riqueza extraída da colônia. Mas esta
riqueza não fixava o colonizador à terra brasileira. Foi preciso um outro produto para que a colonização
se desse de fato.


Agora sim! Com a cana-de-açúcar houve colonização de fato. Isso impedia que o ataque de piratas fosse vitorioso.
A cana-de-açúcar foi responsável por enriquecer Portugal e pela ocupação sistemática da costa brasileira.



O ouro foi descoberto no final do séc. XVII. Foi no interior do território - a região das minas!
Assim, junto com a extração do ouro, nasceu também a sociedade mineradora e o mercado interno brasileiro.
Na região das minas foi possível surgir uma classe média livre. Que não era nem composta por
grandes senhores mineradores, nem por escravos.


E surgiu o rei café! Vindo do mundo árabe, chegou nas Guianas, desceu até o Maranhão. Mas se identificou com as terras de São Paulo.
Lá se instalou, cresceu, deu frutos e se tornou responsável por 70% de todas as exportações brasileiras
no período imperial.



O reinado da borracha começou e acabou no período republicano. A extração do látex das seringueiras
trouxe riqueza para a região norte do Brasil. Mas não durou muito. Ladrões roubaram as sementes da seringueira
e, levando para a Ásia, conseguiram plantar e produzir a borracha a um custo mais baixo. Assim,
o Brasil perdeu espaço no mercado externo.



Voltar

Periodização


Vamos aprender história?
Brasil: História e Cotidiano
História

Periodização da História do Brasil
Como se divide a História do Brasil?
Período Colonial (1500-1822), Período Imperial (1822-1889)
e Período Republicano (1889-até hoje)
Voltar

Introdução

Vamos aprender história?

História
Introdução à História do Brasil


O que este site propõe.


Aprender mais sobre nosso passado para interagirmos melhor no presente!

É árdua a luta hoje de historiadores realmente comprometidos com a ruptura da História Factua e dita "Oficial" contra o sistema de dominação que reina na produção do conhecimento histórico onde o homem fazendo a História, construindo em sociedades as próprias contradições desta, suas necessidades individuais e coletivas, o cotidiano, enfim, a responsabilidade de todos construirmos História é sempre apagada para dar lugar a grandes heróis que reinam, libertam, proclamam e rezam pela nossa salvação acabando por escrever a história do mundo e de todos os homens "aqui na terra como no céu". Surge, então a pergunta: "Por que a história é assim e não de outro jeito?"... É simples: numa sociedade de classes comoa que vivemos hoje, quem domina os meios de produção (ferramentas, terra, matéria-prima, etc), tem dinheiro (poder econômico), esse dinheiro controla o estado (poder político), e tal poder de influência no estado dá a quem domina os meios de produção, a disposição de controlar e produzir idéias para que o restante da sociedade dobre a sua "verdade histórica" utilizando, para tanto, os principais meios ds comunicação de massa (jornais, TVs, rádios e até mesmonas escolas, onde se aprende desde cedo "quem canta de galo e sabe de tudo na sala de aula"). Portanto, a classe dominante dos meios de produção, é também mantedora do poder ideológico. No decorrer do processo histórico, as contradições existentes nesse domínio dos meios de produção suscitaram idéias vindas de elementos que não usufruíam dos meios de produção e pelo fato de não enxergarem (nem se contentarem) a sociedade pela ótica das classes poderosas (dominantes), buscaram explicar do ponto de vista dos dominados (lógico que de forma crítica utilizando-se de métodos de estudo histórico-científico) como aconteceu com Marx e Engels, filósofos sociais do século XVIII. Pode-se, então, distinguir a nível didático três níveis fundamentais de poder numa sociedade de classes: o econômico, o político e o ideológico, sendo, portanto, fundamental o estudo dos modos de produção (eixo característico das sociedades) sociais, que difere dos meios de produção; como se organizam os homens para a sua sobrevivência, como vivem os trabalhadores, como é mantida a ordem e, entre outras coisas, que ideologia legitíma o poder político de quem domina os modos e meios de produção. Quando tal trabalho for feito e conseguir-se analisar criticamente (numa perspectiva histórica) tais questões, conseguiremos juntamente perceber qual imensa é a miopia e mediocridade da História Oficial em não perceber (ou não querer) que todos os homens fazem história. Que você faz história!
Voltar

Músicas na Ditadura

Olá queridos alunos! Ouçam esta música que postei para vocês!
"Pra não dizer que não falei das flores" mas também conhecida por
"Caminhando e cantando". Foi composta pelo Geraldo Vandré.
Ela foi feita numa época da História do Brasil na qual não havia liberdade de expressão.
Observe que linda letra, que mensagem poderosa, que melodia...

http://www.4shared.com/audio/8wdruV_U/geraldo_vandre_-_caminhando_e_.html